Ir para o conteúdo
Simulação in situ

Prepare-se para o inesperado

Treine onde você trabalha - trabalhe enquanto treina

A capacidade de agir de forma rápida e precisa para enfrentar situações inesperadas é fundamental para os cuidados dos pacientes. A única forma de saber se a sua reação será adequada, é treinando em seu próprio ambiente de trabalho.

 As simulações realizadas fora do local de trabalho não preparam o profissional para lidar com problemas inesperados, tais como:

  • O que fazer quando a bateria do desfibrilador descarregar?
  • O carrinho de emergência está acessível e abastecido?
  • O monitor está visível para quem precisa vê-lo?
  • O que fazer se o tubo torácico não estiver onde deveria estar?
In-situ simulation training

Simulação in situ

O treinamento de simulação in situ é uma técnica com a participação dos funcionários da equipe do próprio local, realizada com os equipamentos e recursos das unidades de saúde.

A simulação in situ é realizada em ambientes reais, durante o expediente das equipes, com o objetivo de tornar a experiência mais próxima possível da realidade. Com a simulação in situ, a confiabilidade e a segurança podem ser aperfeiçoadas, especialmente em áreas de alto risco.

O SimMan ALS é uma solução móvel durável que atende às necessidades de treinamento das equipes de atendimento de emergência pré-hospitalar e hospitalar, desde a avaliação básica do paciente até as habilidades avançadas de suporte de vida. 

Visite a página do produto SimMan ALS

Praticar em nosso próprio ambiente de trabalho permite uma melhor aplicação do aprendizado no mundo real.

Anne Dowson, enfermeira sênior da unidade de terapia intensiva pediátrica, Hospital St Mary - Imperial College Healthcare

O debriefing é fundamental

A simulação in situ mostrou ter impacto positivo nas reações dos profissionais de saúde, nas mudanças de atitude em relação à segurança, no desempenho organizacional e no trabalho em equipe. Esse tipo de treinamento permite que as equipes revisem e reforcem suas habilidades para solucionar problemas clínicos ao se prepararem para situações de crise ou para eventos pouco frequentes/muito urgentes. Um debriefing estruturado, que seja breve e conciso é parte essencial do treinamento in situ.

Debriefing
Debriefing是模拟训练必不可少的环节

Hospital Infantil de Cincinnati

O Hospital Infantil de Cincinnati realizou um estudo sobre o impacto da simulação in situ em uma de suas unidades de terapia intensiva. A implantação do treinamento in situ revelou mais de cem ameaças à segurança que, de outra forma, passariam despercebidas. A identificação desses problemas resultou em mudanças realizadas para reduzir o risco de erros e melhorar a segurança do paciente.

As simulações in situ também oferecem um método para reforçar a atitude da equipe como, por exemplo, o uso de conclusões assertivas, clareza de papéis, constantes atualizações, desenvolvimento de um modelo mental comum, duas verificações independentes de medicações de alto risco e respeito à hierarquia entre os membros da equipe.

64

Simulações realizadas

134

Ameaças ocultas à segurança identificadas

40

Diferentes abordagens aos alertas de emergência

Como a Laerdal pode ajudar

Nós sabemos que há alguns desafios para a implantação do treinamento in situ, mas os benefícios das melhorias nos cuidados com o paciente justificam o esforço. Estamos aqui para ajudar, através de soluções de debriefing e simulações confiáveis. Os treinamentos podem ser portáteis, permitindo que sejam realizados em qualquer lugar, ajudando a criar um ambiente de aprendizado envolvente e estimulante para melhorar a segurança do paciente.

Para mais informações

Como prefere que façamos contato com você?