Ir para o conteúdo

Os 5 principais erros que novos enfermeiros cometem

Os 5 principais erros que novos enfermeiros cometem

1

Erros de medicação

Erros de medicação causam pelo menos uma morte por dia e afetam aproximadamente 1,3 milhões de pessoas anualmente nos Estados Unidos. Erros de medicação podem ocorrer por falha de comunicação, leitura errada de texto escrito à mão, confusão com nomes de medicamentos, erros de dosagem, confusão com rótulos e embalagens ou falta de entendimento sobre as indicações de um medicamento. 

2

Problemas de infecção

Todos os anos, 99.000 mortes são causadas por infecções hospitalares somente em hospitais nos Estados Unidos. Isso não representa um custo apenas em sofrimento humano. Estima-se que as infecções hospitalares gerem um custo adicional desnecessário de US$ 45 bilhões às despesas anuais dos hospitais.

3

Erros nos prontuários

O prontuário inclui avaliação, intervenção e reação do paciente. Uma documentação precisa é essencial para manter a segurança do paciente. Imprecisões ou omissões podem ter resultados adversos. 

4

Erros de comunicação

É fundamental que novos enfermeiros tenham as informações corretas antes de tomar decisões e encaminhar casos. Falhas de comunicação são citadas com frequência como causas de erros médicos.

5

Acidentes com queda

Às vezes, acidentes com queda resultam de erros médicos. Uma forma de lidar com acidentes com queda é evitar que aconteçam, entendendo as causas e circunstâncias de acidentes anteriores; identificar e avaliar pacientes vulneráveis e implementar uma série de intervenções. Se um acidente ocorrer, é essencial tratar qualquer ferimento com prontidão e eficiência para reduzir os danos. Também é importante aprender com a situação, avaliando os sistemas de gestão de riscos locais para entender onde, quando e por que os pacientes estão mais vulneráveis a quedas.