Ir para o conteúdo

Acidente Vascular Cerebral

Ganhar tempo significa salvar vidas

Em todo o mundo, o AVC é a segunda maior causa de morte e a terceira maior causa de deficiência. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o AVC costuma afetar pessoas no auge de sua vida produtiva. Isso leva a um impacto significativo no desenvolvimento socioeconômico dos países. O AVC é um problema de saúde mundial.

Para cada minuto sem tratamento, estima-se que quase 2 milhões de células cerebrais são perdidas. Por isso que a identificação e o tratamento precoces são essenciais para a sobrevivência, e não só para a sobrevivência, mas para a sobrevivência com resultados positivos. Se esses pacientes não receberem medicamentos protetores até duas, três ou quatro horas depois, o dano cerebral irreversível já terá ocorrido.

Conheça os sinais de um AVC

Dormência ou fraqueza repentina no rosto, braço ou perna, especialmente em um lado do corpo.

Dificuldade repentina para andar, perda de equilíbrio ou coordenação.

Dificuldade repentina para falar ou entender.

Dificuldade repentina para enxergar ou perda de visão em um dos olhos.

Dor de cabeça repentina sem causa conhecida.

Vamos falar sobre AVC

Promover a conscientização pública sobre o AVC é essencial. É preciso disponibilizar ao público informações sobre os sinais de alerta de AVC e a necessidade de buscar atendimento médico rapidamente. Os legisladores devem ser melhor informados sobre o impacto à saúde pública e econômico do AVC para considerar medidas preventivas. Os profissionais da saúde precisam de conhecimento e habilidades para a prevenção baseada em evidências, cuidados intensivos e reabilitação após o AVC.

Quando o tempo mais importa

Se for tratado de forma rápida e correta, o sobrevivente de AVC pode não apresentar nenhuma sequela. Se esse não for o caso, um sobrevivente de AVC pode sofrer deficiências incapacitantes e exigir cuidados constantes ou nem mesmo sobreviver. Reduzir o tempo que leva para receber tratamento é fundamental para melhorar os resultados de um AVC.

Foi provado que aprimorar o caminho para o cuidado otimizando o protocolo de tratamento em combinação com treinamento de equipe baseado em simulação in-situ leva a uma redução imediata e considerável nos tempos até o início do tratamento de AVC.

Como podemos reduzir o tempo que leva para receber tratamento?
Podemos treinar.

Hospital universitário Stavanger

Poupe tempo – salve vida

Os resultados do paciente no tratamento de AVC dependem muito do tempo. Um projeto no Hospital universitário Stavanger na Noruega reduziu o tempo da chegada até o início do tratamento em 50%.

No projeto, médicos e outros profissionais da saúde trabalharam sistematicamente com o intuito de reduzir o tempo desde a chegada do paciente no setor de emergência até o início da administração de trombólise. Um tempo médio para o início do tratamento de menos de 30 minutos foi alcançado e mantido, o que está dentro dos protocolos recomendados.

Entretanto, eles achavam que o tempo para o início do tratamento poderia ser reduzido ainda mais com a implementação de um protocolo de tratamento revisado e sessões de treinamento de equipe baseado em simulação in-situ. Após a otimização dos protocolos e o treinamento de simulação que incluiu comunicação e tomada de decisões, os tempos para o início de tratamento foram reduzidos significativamente, de 27 para 13 minutos. Esse número se manteve após 13 meses. 

Referências

Ajmi SC, Advani R, Fjetland L, et al. (2019). Reducing door-to-needle times in stroke thrombolysis to 13 min through protocol revision and simulation training: a quality improvement project in a Norwegian stroke centre BMJ Quality & Safety.  

https://qualitysafety.bmj.com/content/early/2019/06/29/bmjqs-2018-009117.full

Envolvimento da Laerdal

Junto com nosso parceiro, Mentice, adaptamos nosso conhecido simulador SimMan com funcionalidade vascular. Criamos cenários de AVC pré-programados para treinar o caminho para o cuidado do AVC.

Explore o SimMan Vascular